A alta costura artista, feminista e poética da Dior

24/01/2018

A semana de alta costura em Paris é sempre um deleite para os olhos! A riqueza de detalhes, as peças deslumbrantes, a locação, a cenografia e a trilha sonora de cada desfile nos remetem à uma outra dimensão, mesmo que a gente só assista pelo Youtube. Mas por trás de tanta beleza em forma de roupas, o tema e o significado de cada coleção podem ser ainda mais especiais. A Dior, atualmente sob o comando de Maria Grazia Chiuri, traz cada vez mais temas relevantes e mensagens expressivas à cada coleção. A estilista começou com a frase "We Should All Be Feminists" em sua primeira coleção e desde então não deixou de incluir mulheres e a luta do feminismo em suas peças. 

Nesse último desfile de alta costura, Maria continua com a bandeira feminista ao trazer a temática com o surrealismo e a homenagem à argentina Leonor Fini Foto, uma artista autodidata que se juntou aos artistas surrealistas nos anos 30, ao chegar em Paris. A locação escolhida foi o impressionante museu Rodin, fazendo tudo remeter ao tema e ao universo da coleção. Maria conta que: "Antes de ser designer, Christian Dior era proprietário de uma galeria de arte e ofereceu a Fini sua primeira exposição. Eles eram muito unidos". Acho incrível como Maria conduz os temas das coleções ligando à essência da marca, a história e também ao seu estilo e aos seus ideais, como o feminismo. Sou fã!

 

O surrealismo apareceu de diversas formas no cenário e nos adereços: as máscaras retangulares e inversas, as luvas amarradas nos tornozelos ou caindo das costas. Selecionei as peças que mais amei da coleção (não sei escolher, claramente) e separei por estilos. 

 

LISTRAS/QUADRICULADOS

O black and white dominou o desfile e o efeito visual das listras em diferentes formas e do quadriculado. A passarela era um tabuleiro de xadrez, trazendo ainda mais esse efeito pra toda a apresentação.

 

TRANSPARÊNCIA EM MODELOS ESTRUTURADOS E FLUIDOS

A transparência é uma constante nos desfiles mas Maria conseguiu tirá-la das formais mais comuns e trouxe tanto em peças estruturadas (como o da primeira foto e demais no mesmo estilo), quanto com peças mais fluidas em diferentes modelos, como o conjunto de camisa transparente com saia branca ou esse último vestido um ombro só com a meia 3/4.

 

IRREVERENTES: PLUMAS, RENDAS, TULES, BRILHOS

Vários modelos ~diferentosos preencheram a passarela e escolhi alguns dos meus preferidos. As plumas são um dos principais destaques da semana de moda parisiense e estão vindo com tudo! Além delas, o brilho em peso e os tules também estão em alta.

 

ALFAIATARIA

A alfaiataria em seu melhor estilo também dominou a passarela, tanto em looks com ternos e calças mais tradicionais até os modelos com coletes por cima de vestidos de festa, super atuais!

 

Pra fechar, o vídeo completo, porque nada melhor que ver tudo em movimento!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Busca
Posts em Destaque

10 tendências de biquínis do verão 2020

January 11, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo