Como as listas podem te ajudar a consumir de forma mais consciente

Ao falar de consumo consciente na moda, vejo que para a grande maioria, parece tudo muito bonito e fácil de falar, mas impossível de seguir na prática. E o meu objetivo aqui no blog é justamente o contrário: quero informar e poder alcançar o maior número de pessoas que puder para além de conscientizar o quanto consumir de forma consciente é importante, mas como. E de uma forma possível, claro! Hoje a dica vai pra uma ferramenta simples, que usamos no nosso dia a dia pra muitas coisas, e que pode ser uma grande aliada ao consumo consciente: a lista! Não apenas uma lista, mas algumas delas podem ajudar a tornar o consumo consciente algo mais natural e fácil.

 

 

 

Listas de desejos

 

Essa é a primeira delas, e acredito que a muitas de vocês já faça, mas o segredo é fazer a lista e deixar os itens por algum tempo para que você avalie com o tempo se realmente necessita disso e se ainda quer tanto depois desse tempo. Muitas vezes vemos uma peça e desejamos muito, mas passando dias, nem lembramos mais. O problema está em comprar imediatamente, sem pensar e planejar: a chance de consumirmos peças desnecessárias é enorme! Sem falar na pesquisa de preço/loja, que a compra imediata não permite.

Com o tempo você vai ver que praticando dessa forma, vai adicionar menos itens em sua lista, porque muitas coisas você vai ver, mas vai pensar: "ah, nem preciso disso". É natural  que quanto mais você pense o consumo de cada item do seu armário, o consumo diminua consideravelmente.

 

Mas sabemos que a quantidade de consumo não é o único fator que devemos levar em conta para consumir de forma mais consciente, e é aí que entra a segunda lista:

 

Lista de lojas/marcas de moda consciente e sustentável

 

A maior dificuldade de todo mundo é em mudar seus hábitos de consumo quanto as marcas e lojas que consomem. Sabemos que fast fashions (99% delas) não tem transparência quanto à confecção das peças, muitas já tiveram casos comprovados de exploração de trabalho, escravidão e etc, além de possuírem uma forma de produção nada sustentável e fomentar o consumo exagerado, e não o contrário. Aí, a maioria pergunta: mas como comprar peças estilosas e acessíveis/baratas tanto quanto nas fast fashions? Como sobreviver sem Zara e Renner? Não é fácil pra quem tá acostumado a consumir apenas de fast fashion ou de lojas do instagram que não se sabe a procedência, apenas achando a peça legal/bonita e principalmente: barata. O barato sai caro é a maior realidade no mundo da moda: sai caro tanto na qualidade pra você, como sai caro para quem é explorado na produção, e até mesmo pro meio ambiente que é cada dia mais destruído.

E abrindo um parênteses, o barato aqui não inclui FF tipo Renner e Zara, porque de baratas elas não tem nada, vamos ser sinceras… R$ 200 numa calça não é nada barato se você consegue comprar com o mesmo valor (ou até menos) de uma marca local que produz tudo à mão, de maneira slow e sem processos industriais envolvidos.

 

Para começar a consumir de marcas que tenham confecção de procedência confiável e práticas de produção ou materiais sustentáveis, você pode criar uma lista de marcas e lojas que tenham a ver com seu gosto/estilo e sigam essas premissas. Hoje em dia é um mercado cada vez mais em expansão nacionalmente e a internet torna a missão ainda mais fácil, com tantos meios de pesquisa.

 

 

Pra te dar um empurrãozinho e te ajudar nessa, listei as que mais gosto desses nichos:

 

 

Claro que tem vezes que não encontramos exatamente o que queríamos em nenhuma da lista, e nem pesquisando na internet. Aí, pra mim, valem duas opções:

 

- Recorrer a C&A, a fast fashion que além de ter uma produção 100% transparente (com lista de todas as terceirizadas que produzem peças para eles) e práticas de produção sustentável, além da meta de serem a única fast fashion do mundo a ser sustentável até 2020;

 

- Imprimir fotos da peça que eu desejo e mandar fazer na minha costureira. É incrível poder mandar fazer uma peça do seu tamanho, feita pra você e do jeitinho que você quer. Assim, a produção é comprovadamente correta e você ainda ajuda uma mulher da sua cidade, que vive do seu trabalho. Demais, né?

 

Você vai ver que buscando consumir dessa maneira, além de diminuir seu consumo, terá peças de maior qualidade, que você vai usar mais e combinam mais com seu estilo, já que você vai pensar bem antes de comprar cada uma delas. Mas digo de coração: o melhor de tudo nem é ter um armário menor, mais funcional e melhor… É ter a consciência mais tranquila sobre o que você consume, sabendo que isso te representa e representa o que você acredita e julga ser correto. Nada no mundo paga isso!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Busca
Posts em Destaque

10 tendências de biquínis do verão 2020

January 11, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Pra Sempre nas Redes Sociais
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • circulo-spotify-sociais_318-25418