Dicas de moda: o que você precisa saber para atuar nesse mercado

Glamour, luxo, status e uma vida fácil: essa é a imagem enganosa que muitas pessoas têm sobre como é trabalhar com moda. Culturalmente temos a tendência de achar que moda é somente desenhar e fazer roupas, mas o mercado de moda é muito mais do que isso. De acordo com dados da ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecções), o Brasil é o quarto maior produtor de malhas e de denim (tecido usado para fabricação do jeans) do mundo e a indústria da moda é a segunda maior geradora de empregos no nosso país.

Para quem pretende ingressar nesse mercado, saber dicas de moda sobre os principais campos e conhecimentos necessários é fundamental para saber em que área atuar e se especializar.

 

Como é trabalhar com moda?

 

Se não é uma vida de glamour e luxo, como funciona o dia a dia desse profissional? O mercado é muito abrangente e está sempre mudando. Por isso, o profissional de moda, independente da área, precisa estar em constante atualização e pesquisa. Ter curiosidade e saber pesquisar bem é imprescindível, pois mesmo sendo jornalista de moda você precisa entender sobre tecidos e a história da moda, um fotógrafo de moda deve saber sobre o processo criativo de um designer e estar atualizado sobre as tendências atuais e futuras, um estilista precisa conhecer a indústria têxtil, e por aí vai. Além disso, é necessário ter proatividade e disposição para as longas jornadas, já que em muitas áreas do setor os prazos são curtos e as e mudanças de coleção são cada vez mais frequentes.

 

Mas não se assuste: é um mercado muito prazeroso para quem ama moda e gosta de trabalhar com criatividade e coisas novas todos os dias!

 

Quais as áreas de atuação?

 

O setor de moda parece ser restrito mas possui uma imensa variedade de áreas de atuação e profissões em cada uma delas. Vamos listar aqui as principais profissões para você conhecer:

 

Estilista: é o profissional que faz a criação e a idealização das coleções, sejam elas de roupas, calçados ou acessórios, de acordo com as tendências de mercado e comportamento do público. Além de ser criativo, esse profissional precisa ter conhecimentos sobre tecidos, indústria têxtil, modelagem, costura, desenho, produção, e estar sempre atualizado, não só com relação à tendências, mas com relação a atualidades em geral, já que qualquer coisa a sua volta pode ser uma inspiração ou estar correlacionado com as suas criações.

Este profissional não precisa se preocupar tanto com a funcionalidade de suas criações, e sim com a estética delas. Geralmente suas criações são mais exclusivas e mais presentes no mercado de alta costura, como nas famosas Chanel, Dior e Versace.

 

Designer de Moda: o profissional atua na criação de peças, sapatos e acessórios pensando na objetividade e usabilidade desses produtos, e não focando na estética e exclusividade como o estilista. Ele cria roupas e produtos que serão vendidos e utilizados por uma grande quantidade de pessoas. Para isso, ele precisa entender, além de todo o processo de criação, confecção e de tecidos, de estratégias de marketing, comportamento, tendências atuais, já que cria peças para consumo imediato.

 

Jornalista de Moda: O jornalista de moda vai comunicar ao público notícias da área de moda em geral, tendências, desfiles e até dando dicas de moda de como utilizar no dia a dia uma determinada peça de roupa.  Para isso, precisa estar sempre muito atualizado e saber realizar pesquisas com credibilidade e agilidade.

 

Esse profissional precisa saber desde a história da moda e estilistas renomados atualmente até comportamento, cultura e tudo que possa envolver, direta e indiretamente, esse universo. O jornalista de moda atua em jornais, revistas, assessorias de imprensa e desfiles, sites e blogs de moda.

 

Cool Hunter: É um pesquisador e observador e seu trabalho é identificar movimentos relevantes, em diversas áreas. Na moda, ele atua na identificação de tendências e comportamento, e seu campo de atuação é muito vasto: ele pesquisa online e offline, observando em campo pessoas em determinados locais, estratégicos para sua pesquisa, seja nas ruas ou em um festival de música por exemplo.

 

É necessário mais do que conhecimentos em moda e comportamento: o profissional precisa ser curioso, empático, ter uma boa intuição, além de ser um observador nato. Atua em empresas do ramo de forma fixa ou em forma de pesquisas pontuais para várias empresas diferentes.

 

Modelista: É quem desenvolve os moldes das roupas, para a partir deles, as peças serem confeccionadas pelo setor de corte e costura. Esse profissional precisa de muitos conhecimentos na área têxtil, de corte, costura, cálculos e geometria também, já que os moldes são feitos à partir de medidas do corpo humano. Em muitas empresas esse trabalho já é feito digitalmente, sendo assim, é primordial ter o conhecimento para confecção de moldes digitais também.

 

Quais elementos e conhecimentos são fundamentais para atuar no setor?

 

Há uma série de elementos e conhecimentos necessários para trabalhar com moda. Listamos abaixo três deles que se destacam:

 


 

 

 

Tecido: Ter conhecimentos sobre a fabricação e o maior número de tipos de tecido e suas variações é fundamental para qualquer profissional de moda, e não só para quem cria ou confecciona roupas. Entender sobre tecidos é fundamental para desenvolver uma coleção e saber escolher os melhores tecidos para cada criação e para seu público alvo, para escrever sobre moda e saber comentar os tecidos presentes numa tendência nova ou em um desfile, para pesquisar tendências e comportamento sabendo identificá-los.

 

Cor: As cores são ponto de partida para muitas criações e coleções de moda, e entender sobre cores vai muito além de saber identificar cada uma delas. É preciso saber tudo sobre tons, sobre tons, variações de uma mesma cor, combinar cores de forma harmoniosa e que tenha ligação com a sua inspiração e criação é fundamental.

 

Fotografia: A fotografia é uma área importantíssima na moda, mesmo que você não seja fotógrafo de moda (que é outra profissão da área). Seja você estilista, designer ou até mesmo jornalista, precisa compreender bem uma imagem ou um editorial de moda, seja para inspirações, avaliação de um editorial de sua própria coleção ou para criar conteúdo através de um editorial ou fotos de moda.

 

Saber identificar cenários, iluminação, peças escolhidas e até a modelo que esteja representando bem o que a sua coleção deseja transmitir é fundamental. Tenha em mente que a imagem é tudo para a moda e está presente em todas as áreas.

 

Se identificar e amar o que faz é fundamental para escolher sua profissão, independente da área, portanto, analise bem e escolha com calma. Pesquise mais sobre a área de moda que você mais se identifica, procure profissionais que já atuam no mercado para conversar e poder ver de pertinho se é essa mesma a profissão que você quer seguir. Gostou das nossas dicas de moda? Já tem uma área e profissão que você pensa em seguir? Conte pra gente nos comentários do post!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Busca
Posts em Destaque

Novo BAZAR: Closet das Amigas!

June 10, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Pra Sempre nas Redes Sociais
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • circulo-spotify-sociais_318-25418